MENU

22/02/2021 às 12h34min - Atualizada em 22/02/2021 às 12h34min

Insatisfeito com gestão dos protocolos de saúde nas escolas, sindicato se reúne com Prefeitura de Blumenau

Entre outras denúncias, Sintraseb afirma que professores não estão sendo afastados após contato com infectados

MUNICÍPIO DE BLUMENAU - MÉDIO VALE EM FOCO
Sintraseb)

Por conta das reclamações de que os protocolos de segurança e os Planos de Contigência das escolas não estavam sendo respeitados em algumas unidades, uma reunião foi agendada para esta segunda-feira, 22, às 11h. Secretaria de Educação e Sindicato Único dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Blumenau (Sintraseb) devem sentar à mesa para discutir as demandas levantadas pelo sindicato.

“Solicitamos essa reunião a partir de algumas demandas da categoria. Ensino híbrido, sobrecarga de trabalho e uso de EPIs estão na pauta”, afirma Geici Maiara, diretora de educação do sindicato.

“Nosso posicionamento é o mesmo do ano passado. Não retornar às aulas presenciais enquanto não tiver vacina. A categoria optou pela volta baseada no PlanCon, mas esse planejamento não está sendo respeitado”, finaliza.

Entre as denúncias feitas pelo sindicato, professores que tiveram contato com pessoas positivadas para a Covid-19 não estariam sendo afastados das salas de aula. A denúncia foi feita pela diretora de educação, Geici Maiara. “Algumas unidades estão com mais de três ou quatro casos confirmados e os trabalhadores que tiveram contato com essas pessoas não estão sendo afastadas”, afirma a diretora.

A Secretaria Municipal de Educação, contudo, nega esta acusação e afirma que o protocolo está sendo seguido.

A postura contrariaria os protocolos do próprio município, que prevê a testagem e o afastamento de alunos e professores que estiveram na sala de aula dos casos positivados.

Segundo o Sintraseb, observou-se uma alta grande de casos de coronavírus nas unidades educacionais de Blumenau. Até a última quarta-feira, 17, eram 18 casos confirmados em oito dias de aulas presenciais. Na última sexta-feira, segundo o sindicato, o CEI Cilly Jensen já registrava nove pessoas positivadas e duas suspeitas.

Até o fechamento da matéria, a Secretaria Municipal de Saúde não havia divulgado o balanço consolidado dos casos de Covid-19 nas escolas.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp